Iluminar os dias, continuando a sonhar que é possível viver...

Minha foto
Setubal, Portugal
Um abraço, uma palavra, um sorriso... um caminho que poderá ser muito longo. Afinal é possível.

segunda-feira, 10 de setembro de 2007

Saudades...

Lembro a noite em que telefonei à Maria João, e ela não podendo falar comigo, passou o telemovel a uma amiga que a tinha ido visitar, essa amiga explicou-me por poucas palavras como ela estava.Tiive de correr nessa mesma noite, com receio de não mais ver aquele olhar bonito, nem de ouvir palavras que eu esperava ouvir . Nunca se sabe... quando falamos de amizade.

O meu irmão Beto é muito realista, muito terra a terra, e disse-me estas palavras: " Não vás, vais enervar-te, vais chorar, só te vai fazer mal." Eu tambem acho que ele tem razão, há certas pessoas que estão ainda fragilizadas, algumas a fazerem tratamentos, que sem culpas e serenas teem de continuar a sua propria luta, até estarem fortes.
No meu caso, este mau feitio, faz-me seguir o meu instinto quase maternal. Tambem ja estou numa fase mais leve desta luta contínua e fui. E iria sempre.

Para todas as horas

Um filho perguntou à mãe:
-Mãe, eu posso ir ao hospital ver o meu amigo? Ele está doente!
A mãe responde com uma pergunta:
-Claro,mas o que ele tem?
O filho com a cabeça baixa, diz:
- Uma doença muito ruim.
A mãe furiosa diz:
- E tu queres ir pra quê? vê-lo morrer?
O filho vira-lhes as costas e foi...
Horas depois ele volta vermelho de tanto chorar...dizendo
- Mãe foi tão horrivel, ele morreu enquanto eu lá estava.
A mãe com raiva:
- E agora? estás feliz?! valeu a pena teres visto uma cena tão deprimente?
Uma última lágrima caiu dos seus olhos
e acompanhada de um sorriso, respondeu à mãe:
-Muito, pois cheguei a tempo de vê-lo sorrir e dizer...

EU TINHA A CERTEZA QUE TU VINHAS!!!

Autor anónimo

34 comentários:

Nela disse...

Uma flor para ti Isa e uma para a Maria João.

Tu és tramada! Recadinhos camuflados para a nossa Morcona... Ham...

Concordo a 300% contigo.

Carla disse...

Já me fizeste chorar, Isa. Que mensagem tão bonita. A Maria João de certeza que gostou muito. Um beijo enorme.

Loulou disse...

Lindas palavras, Isa querida.
Onde quer que a Maria João esteja, recebeu o teu carinho transmitido por essa mensagem...

Beijoca grande

Mimas disse...

Como disse uma vez a Carla no SG, sermos imortais não é vivermos para sempre, é sermos para sempre lembrados. Um beijo pela tua amiga MJoão.

CrisJ, ainda do post anterior, temos aí complexozinho, é? Pronto, pronto, entras automaticamente para o TOP+ das MissGlamorosas!

E Isa Iluminada, se tiveres a felicidade de encontrar esta ganda maluca nas compras...dá-lhe um grande abraço...que ela anda há muito a precisar dele.

Bjs a tds, Mimas.

cristina j, disse...

Eu própria fui (e sou, ainda), confrontada com esse tipo de pergunta, a qual eu acho, pessoalmente, um disparate!

Fizeste o que devias... o que o teu coração mandou.

Actualmente, as pessoas fogem das "chatices", e para isso, desculpam-se, vezes sem conta, de que não suportam viver o sofrimento dos outros, sendo ou não os amigos de sempre, ou apenas desconhecidos a quem se deve querer o bem.

Já vivi situação semelhante, fui puxada, não sei bem por quem ou por quê, a fazer uma dessas visitas... e sem saber, eu sabia porque ia.
Fiz uma grande loucura nesse dia para o conseguir, mas fui, e até hoje agradeço o facto de ter seguido o coração, ter-me despedido como pude, e a minha insensatez não ter acabado mal.

Um beijo para ti e para a tua amiga.

laura disse...

......

O serviço de domicílios no Porto, sai de manhã pelas 8,30, com uma enfª um motorista e uma voluntária.
E lá vamos, com o saco dos materiais, a mala de enfermagem, e às vezes, para as que precisam, uns pacotes de leite, umas embalagens de biscoitos, etc.
É um trabalho pesado. Tanto vamos às colunáveis da Foz, como às do bairro do cerco e outros... Nunca fomos, pelo menos eu, mal recebidas especialmente nos bairros pobres, eram dum amor e ternura por nós que ainda hoje me enterneço.
Fazíamos os pensos, davamos banho aos doentes, mudavamos as camas e às vezes até íamos aquecer o leite ou outra coisa e deixávamos o doente confortável. Muitos dos doentes viviam sós, eram os vizinhos, um familiar distante, que lá iam por amor de Deus dar uma mão e etc. A chave ficava num esconderijo que a gente combinava.
O nosso serviço não era curativo era paliativo.
Por força da doença "mudávamos" de doentes muitas vezes...

Ao meio da manhã, 10/10,30 - lá ia a equipa tomar o seu cafézinho, comer um bolinho par ver se o açucar nos adoçava as entranhas.

Andei nisto cerca de l2 anos 1 a duas vezes por semana. Sempre "alegre", chegava aos doentes (quando podia) cantarolando, cortando-lhes as unhas, o cabelo pôr
os doentinhos todos satisfeitos. Para alguns era o mundo que lhes entrava quando as "sras enfermeiras chegavam".

Tudo isto para dizer, e no sentido da tua reflexão:

- Oh! a srª para que anda nisso?

- Ando, e quando chegar a sua vez, não vai precisar de alguém?

Anônimo disse...

Que post tão enternecedor... Muito lindo... Chorei ao lê-lo e revi-me em algumas situações em que tb não deixei para o amanhã o dizer a alguém que é importante estar presente.

beijinhos iluminados e embrulhados em lacinhos cor-de-rosa

teresa (X)

Anônimo disse...

beijinhos isa, que bonito.
isa beja

isa- retratoiluminado disse...

Bem fiquei tão contente com as vossas mensagens. Tenho o portatil avariado desde ontem, e fiquei toda roida de não conseguir ir dizer boa noite "sequer" no cafezinho.
Mas é assim Nela...é verdade o que pensaste.Tinha de dizer isso a certas pessoas, tu sabes porquê amiga.A doença já é tão dura, os tratamentos tambem, temos de dar paz aos amigos e de consegui-la dentro de nós, não é?
Carla, Loulou, gosto muito de as ter perto, um grande beijo.
Mimas, tu e a Cristina animam-me isto. Gosto das vossos dialogos amigaveis, animam-me e a todos que aqui passam. Mas percebo bem a vossa mensagem, realmente são super glamorosas, um grande beijo amigas.
A Laura não existe.Que mulher fantastica. Que feitos os teus amigas. Já conhecia alguns, este é novo. Mas todos eles fazem de ti uma mulher RICA. Sempre com um sorriso.
Teresa, Isa, beijinho colorido, gosto muito de todos vós.

Isa

Mimas disse...

Ai valha-me Deus, agora é que vai ser! Disseste à CrisJ que ela anima isto e ela vai já aparecer armada até aos dentes para atirar a matar..a quem?...a quem?...a mim, pois claro, que aquela deve ter feito uma promessa de me melgar para o resto da vida!

Agora a sério, IsaIluminada, agradeço o teu comentário pois às vezes interrogamo-nos se é apropriado utilizarmos este tom mais ligeiro nos vossos blogs (no SG estamos à vontade!). A verdade é que, pela minha parte, esse é o "apelo" a que eu sinto que devo atender e às vezes é a unica forma que eu encontro para o fazer sem saír muito magoada da situação, entendes?

Bj gd, Mimas.

PS - e para ainda tenha dúvidas, eu e a CrisJ, embora só nos conheçamos há pouco mais de 1 ano, gostamos realmente uma da outra, quis o destino que assim fosse...e se ela vier já de seguida dizer o contrário, não acreditem!

cristina j, disse...

Isa, fiquei enternecida, mesmo!

Faço minhas as palavras da Mimas. Embora pareçamos umas tontas, ás vezes, (mais ela que eu, claro) não somos... estamos muito conscientes de tudo isto que se lê, e também do que não se lê, por vezes.

Eu também tenho necessidade destes diálogos para me defender e principalmente, porque houve uma grande mulher, uma amiga vossa do peito, (não digo quem foste Nelinha), que me disse, e muito bem - a vida não pode ser feita apenas de doença - e eu acho que, em matéria de saber passar-nos isso, vocês são mesmo um exemplo.

Acima de tudo, eu admiro-as como seres humanos e mulheres, por isso entre palermices, sei ser séria.
Não importando o tom da conversa, faço-o sempre com o maior carinho e respeito.

Quanto á Mimas, é mesmo verdade, GOSTO MESMO DELA, embora, e isto nunca tinha dito, quando a conheci, de entre todas, foi a pessoa com quem menos simpatizei. Talvez por ter ficado muito afastada á mesa...
Agora, é mesmo amor e amizade profundas.

E vocês todas, sem excepção, também têm o meu carinho e tudo, tudo o que queiram!

Uma beijoca grande

Anônimo disse...

Isa continua assim!!!!!!Pois é grande prova de amizade saber partilhar a tristeza de alguem!beijinho Lia

Mimas disse...

(CrisJ, aquele não foi dos meus melhores dias, não foi não, para nenhuma de nós, acho...).

Oh IsaIluminada já mudavas a horita aí à machine, não?, é que isto de andar a escrever comentários às tantas da manhã não está com nada!

Bj, Mimas.

Isa disse...

Já está Mimas...ja tinha reparado que andava em outro fuso horario, mas ia arrastando a ideia, para o dia seguinte. Finalmente chegou o dia.
Aqui esta uma assessora à maneira, atenta!...
Beijinho amiga
Isa

Platero disse...

Olá Isa

Comovente, mas muito real, não podemos na pior hora "abandonar" os que nos são queridos.

Infelizmente também já me aconteceu pelo menos em três ocasiões nestes últimos meses, entre os companheiros do sétimo ter feito a última visita e o que guardo são os rostos a sorrir.

Um abraço

Nela disse...

Bom.
Bom.
Vocês estão a tramar-me...
Bom.
CristinaJ, eu até nem sou de intrigas, mas olha que a Mimas disse boas coisas de ti... ai disse, disse.

Bom, Mimas, depois digo-te, por email, o que a menina CrisJ andou a comentar sobre ti...!

E depois são muito amigas... Pois... Pois...

Isa, tu também julgas que as outras são amigas, mas eu bem sei o que me contam de ti...

Platero, tenho recebido informações do 7º que nem te vou contar!

Bolas, que ninho de víboras!
O que vale é que eu não sou de intrigas!
Safa...
Escolhe outro!
Toma, vai buscar!

cristina j, disse...

Imaginem só se fosse!!!

Olhe amiga, não morda a lingua, não?

Nela disse...

Olá, eu sou a Manuela. Desde que tenho dupla personalidade, sai-me cada coisa pela boca...

O que a Nela disse é tudo mentira. Esta gente é toda do melhor... Amigas mesmo do peito... Já disse à Nela que misturar o Tamoxifeno com álcool não dá grande resultado...

Vá, desculpem-na.

Nela disse...

Agora a sério (este disparate todo foi só para sacudir a emoção de ler estes comentários tão sentidos, vindo directos do coração).

Ainda hoje, a propósito, escrevi à Aida e no meio do mail dizia eu: "A brincadeira e a galhofa fazem parte, e uma parte muito importante disto tudo. Torna o nosso dia-a-dia mais leve, mais alegre e mais fácil de levar. E os dias, às vezes, não são nada fáceis... Mas, mais do que a brincadeira, o que nos une é o aconchego, o mimo, a disponibilidade, a festinha na cara, o ombro... essas coisas... um dia é uma, no outro dia já é outra e vamos assim conseguindo que esta fase da vida seja mais leve, mais descansada e mais intensa também."

Repito agora, publicamente, para toda a gente ler: isto não é nada fácil, caraças! a vida trocou-nos as voltas e deu-nos uma machadada de todo o tamanho. Tirou-nos o tapete quando ainda estávamos a acabar de dar os primeiros pontos e mostrou-nos o pior quadro que era possível.

Para compensar esta merda toda, deu-nos uma força incrível, deu-nos muito calor à nossa volta, deixou-nos os amigos de sempre e deu-nos amigos novos. Amigos para quem, talvez, nunca olharíamos se não houvesse um bicharoco a nos unir. Amigos que sabem muito bem do que estamos a falar mesmo quando estamos calados, que sentem como estamos via Internet (!), que confiam em nós plenamente, oferecem-nos a sua casa, partilham a sua família e nem... nos conhecem!

Tinha que ser uma riqueza tão grande para compensar uma doença manhosa como esta...

Devem ter reparado que eu hoje estou zangada e a aparvalhar. Estou um bocadinho zangada, de facto. Porque constatei que algumas das minhas amigas do peito estão em baixo, num baixo daqueles altos e baixos que nos acontecem e vão acontecer durante o resto da nossa vida...

Mas depois cheguei aqui, li os vossos comentários, ri-me, choraminguei, fiz 3 comentários (cada um correspondente a um heterónimo) e já estou melhor. Já tenho o coração a transbordar de carinho e um sentimento quentinho que não é por ninguém em particular, mas por vocês toda(o)s em especial.

Aida guimarães disse...

Isa

Obrigada amiga pela mensagem.
És uma querida e escolhes tudo muito bem para os momentos certos.

Neste momento o que mais quero é Saúde e Paz que o resto a gente corre atrás, como diz um amigo meu.

Beijos grandes

isa- retratoiluminado disse...

Poças! vocês sabem que eu tenho o portátil avariado, e que não viria aqui à noite, e o que vocês lavaram de roupa suja, ena...ena...cachopas dum carago!

À séria agora, Nela percebi que estás com vontade de dizer uns palavrões, dar uns pontapés na mobilia, partir uns pratos, porque estes dias não teem sido nada faceis. Cada uma à sua maneira, tenta estravazar isso como consegue... e está a ser dificil, ou se está! mas vamos ultrapassar mais este momento mau, conseguir um pouco de paz no coração, continuar a acreditar que é possível derrotar esta doença!...porque è!... e nós sabemos de exemplos dessas vitórias.Não baixar os braços só por pensar na merda dos exames e nos resultados. Ainda bem que os fazemos, controlamos aquilo que muitas pessoas quando sabem, já não vão a tempo.Tudo vai melhorar Nela. Tudo vai estar bem Aida.Todos vão ficar bem...sem culpas, sem medos, vá lá equipa!...

Platero, que força de espirito amigo, que bondade, esta quase, quase...a acabar o pesadelo.

Cristina tens sido uma amigona!... fica por aqui, ja viste que a Mimas conseguiu que eu mudasse o fuso horario disto?...e olha que estava assim desde o inicio. Grande feito!

Beijinhos a todos...
Isa

cristina j, disse...

Isa, eu já tinha reparado nesse pormenor, mas como sou uma grande naba nestas coisa (sou mesmo!), nem quiz alvitrar o que quer que fosse... era mais um motivo para ela me bombardear.

Aquilo ontem, foi mesmo por acaso! como não gosto muito de futebol e me enervo imenso a ver os jogos, resolvi deixar o marido no sofá e vir aqui ter convosco.
Qual não é o meu espanto, encontro por aqui a Nela a lançar veneno por todos os poros... não podia deixar, não é?
Ainda por cima, olha com quem.
Daí, a tudo o resto foi um passo.
Penso que ela ficou mais aliviada, eu armei confusão... mas Portugal empatou, gaita!

Hoje espero que as meninas estejam todas melhorzinhas e que a manda chuva não volte aqui com aquela linguagem...venenosa!

Bjos para todas

Mimas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mimas disse...

Ui, isto está bonito, está! Vou mas é saír como entrei...de mansinho...a ver se passo despercebida...

Animo para todas as "cachopas"!

Bjs,Mimas.

laura disse...

.....
Foi divertido ler estas cachopas...

Eu não levo a mal as vossas "maledecêncis" é tudo faz de conta...
Mas é verdade, assim a vida fica mais leve.

Há momentos para tudo, e os bons têm de ser apanhados e bem aproveitados.

Como conseguiríamos continuar se não tivessemos o poder de conseguir sorrir!

Eu por mim levo a vida a rir, às vezes de mim...
aquele abraço. laura

laura disse...

...
É verdade Mimas, já encontrei o teu blog.

Vamos ver o que saiu!!!!

Boa coisa?
de certeza boa, com o tempo melhora... como o vinho do ....
laura

carla grileiro disse...

bem isa realmente,á momentos na vida que nao devemos deixar para amanha,so quem sabe e passa por estas situaçoes sabe o quanto é importante ter que gosta de nós por perto,nem que seja para nos despedirmos,tenho muita sorte eu e todas as pessoas que te sao queridas,de te terem por amiga....um beijo grande e acho que deus quando nos po~e uma doença como estas sabe a quem a está a dar e a quem a sabe suportar.beijo grande e obrigado por seres minha amiga

Anônimo disse...

ola isa, vai a meu blog, tenho um desafio para ti, caso querias fazer.
beijinhos
www.isabelguerreiro.blogs.sapo.pt

celeste disse...

Bem Isa essa foi forte. Passei para deixar beijinhos e desejar bom fim de semana.

isa disse...

Está tudo muito sereno por aqui, onde andam as minhas ninas??... bem espero que o fim de semana seja bom para todos, aproveitem!...e um beijo enorme...
Isa

Nela disse...

Olá Isa,

Como estás? Um resto de fim de semana com alegria.
beijinhos

Ah, é verdade: há duas parvas que se juntaram este fim de semana, na Maia... Sem comentários!

cristina j, disse...

Isa, ela não quer saber nada do tei fim de semana... é uma interesseira.

O que ela anda a sondar é de que lado tu estás! áh pois... anda de rabinho entre as pernas... finalmente provou do próprio veneno!!!

Bjinhos, estes sim, do coração

Anônimo disse...

Isto ainda acaba mal...

cristina j, disse...

O único desfecho que consigo antever é uma bela almoçarada, uma conversa prolongada, muita risada, umas lagrimitas (claro!), muito mimo e... uma garrafa de um bom tinto para regar a amizade deste grupo MARAVILHOSO.

E como diz a outra: "Com uma força, que ninguém pode parar"...

Uma boa semana para todas