Iluminar os dias, continuando a sonhar que é possível viver...

Minha foto
Setubal, Portugal
Um abraço, uma palavra, um sorriso... um caminho que poderá ser muito longo. Afinal é possível.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Retratos Iluminados.

Queria propor-vos um desafio :



Gostaria que pegassem numa frase ou mais, feita ou feitas por vós, da vossa autoria, melhor dizendo. O intuito é que sejam essas mesmas frases ,portadoras de uma mensagem que gostassem de passar para as pessoas em geral, e em particular para aquelas que estejam a lutar contra uma doença cancerigena . Transmitir coragem, esperança, o que desejem. Assinem o vosso nome ou o vosso heterónimo.

A finalidade é que sejam publicadas em lugar particular, que mais à frente vos falarei. Por enquanto ainda é um projecto adolescente, mas que com alguma brevidade desejada se tornará um adulto no activo.


Participem ... falem-me de vitórias! falem-me de lutas mesmo sem vitórias... tenho ideia que o caminho que se faz num combate já é a vitória. E nao baixar os braços contra o inimigo já é ser vencedor.

9 comentários:

Lina Querubim disse...

Quem luta contra o "bicho" ainda que ele leve a melhor somos Vencedores porque demos luta por sermos Guerreiras(os) e não desistirmos!

Beijinhos Isa não sei se é isto...fui eu que esvrevi, da minha carola :p (que bate mal) ihihihhiih

Isa disse...

Lina, está muito bom. Assinado: Lina Querubin?

A ideia é dizer o que quiserem o que vos vá na Alma... eu já sei que as nossas almas são resistentes, amaveis e cumplices.
Beijinho amiga,
Isa

Anônimo disse...

Olá Isa
O novo look está muito bonito.
Esperança foi o que mais me ajudou a passar a fase dos tratamentos. Hoje, passados quase 4 anos, continuo com muita esperança e vivo cada dia com a certeza que todos os momentos são preciosos, sejam bons ou menos bons...
Beijinhos
Is@

IsaLenca disse...

Boneca cheia de charme a brir...
A ideia é interessante. Quem como eu nunca teve cancro também luta com ele e tenta sempre ajudar com palavras de animo e positivas as amigas. E acho que as nossas almas são resistentes algumas vezes, outras nem tanto- mas tentamos sempre que o positivo se sobreponha.

Bom fim-de-semana

imel disse...

Excelente ideia Isa!

A vida dá-nos sinais todos os dias, mas nós seres humanos perante tal grandiosidade não os sabemos interpretar. O cancro chega e nós aprendemos a viver com ele, porque há algo mais forte que emana de nós. Uma vontade incrivel de viver e de vencer. A vida passa a ter outra luz e queremos senti-la com os 5 sentidos. Até quando? Não sabemos. Mas até lá, esta é a nossa vida e temos todo o direito de a viver com alegria.

tron disse...

A frase não é minha é uma traadução livre de dois versos de duas músicas dos queen que ficam bem numa frase:

Para sempre é o nosso hoje e temos que lutar até passar aquela fina linha e vamos voltar dela.

beijos

Cristina J. disse...

Isa, estou na mesma situação da Isalenca... nunca vivi na 1ª pessoa o cancro, mas já o vivi na
2ª, 3ª, 4ª, acho que em todas as que houver sem ser a 1ª.

Já perdi algumas pessoas que amava e já ganhei muitas que nem conhecia, em nome do cancro. As que ganhei não colmatam o sofrimento e saudade das que perdi, mas têm sido uma ajuda preciosa para conviver com a perda... e aprender a encarar a vida de forma diferente.
Concordo com a Isalenca quando fala em dar, ou pelo menos tentar dar, doses de positivismo a quem temos acompanhado.

Por isso, uma frase que há tempos me saiu e escrevi nem sei mais onde, ficou gravada na minha memória. Não sei se aqui, descontextualizada, terá o mesmo significado, mas vou reproduzi-la:

" A melhor arma para o bicho é um grande sorriso na cara e uma gargalhada sempre que possivel.
Nada o pode enfurecer mais que isso, porque nada irrita mais um pretenso vencedor do que não enfrentar medo"...

Eu, sempre que posso, é isso que tento fazer: colocar-vos no rosto um sorriso, e uma gargalhada. Mesmo que seja por segundos, já valeu a pena.

Bjinhos Isa

Isa disse...

Obrigada a todos vós, que deixaram frases bonitas, de coragem, de vida. Queria que mais pessoas tivessem aderido... por isso...continuo à espera de mais e mais...e mais...

Um beijo enorme

Isa

Isa disse...

Quando li a análise da patologia clínica, confesso que não tive qualquer surpresa, os antecedentes davam-me a entender o que a análise só confirmou!
Tive medo do nome da doença, "cancro"!...
Tive medo de não a conseguir vencer!...
Tive medo de ter de deixar os meus familiares queridos!...
Tive medo dos tratamentos que sabia que iria enfrentar!...
Tive medo de não ter força para o vencer!...
Porém, depois de cair na realidade pensei que nada nem ninguém me podia vencer, muito menos um bicho que chega até nós com a forma de um carangujo, que até é definitivamente o meu signo!...
Ganhei força e lutei contra ele com todas as minhas armas, com toda a minha força, com toda a força que a minha família e os meus amigos me transmitiram e com toda a a minha fé!
Venci?! Não sei! Estou bem, já lá vão quase três anos!
Por isso deixem-me dizer que numa situação de cancro, o nosso querer a nossa força e a nossa fé aliados aos tratamentos, são a melhor arma para combater esse tão indesejado imbecil.
Gurreiras, sempre...
Lutadoras, sempre...
Vencedoras, Talvez!