Iluminar os dias, continuando a sonhar que é possível viver...

Minha foto
Setubal, Portugal
Um abraço, uma palavra, um sorriso... um caminho que poderá ser muito longo. Afinal é possível.

quinta-feira, 3 de maio de 2007

Poema...ou quase...

Uma noiten na Arrabida em 2001...

Pois é, pensei num POEMA... numa vela, no MAR, na areia da praia, combinam bem com uma guitarra, e com um barco à vela. Vem ai o verão, e é saudável passear à beira mar, afundar os pés na areia salgada que se move ao sabor do vento, que se deita ao som das ondas.
E aquela MUSICA?... que desprende e inventa a PAIXÂO, embelezada no corpo e silenciada nas palavras, besuntam-nos de beijos. "Quem feio ama...bonito lhe parece". Não há que nos preocuparmos com mais aquela ruga, aquele cabelo branco... o AMOR não tem idade. Os sentidos que o alimentam são pura alquimia, e não são só cinco.
Vamos ver que tudo é lindo, imaginar é acreditar que o futuro existe e que é como o queremos. Cheio de imperfeições mas também de beijos e abraços.Em que as cores serão todas elas um leque, incluindo o preto e o branco .

Queria que nas minhas palavras houvesse alegria, retirada do dia-a-dia, só pelo facto de estarmos vivos. E que isso quase nos chega. Aprendemos a pedir tão pouco, e que para nós é o bastante, parece-nos tanto. A saúde, tem o peso de uma lotaria, de um euromilhões.Nem jogamos na sorte, nem queremos enriquecer com outros bens que não seja "bons diagnosticos". Aprendemos a ser humildes e crentes. Reaprendemos , porque nos esqueçemos muito ao longo dos anos. Quase que nos apetece voltar à infância... ser pequeninas e não pensar em nada mais a não ser no lanche que levamos para a escola.Como diria a "pipoca mais doce": que saudades dos tempos em que a minha maior preocupação era saber se havia pão com tulicreme para o lanche.

Era isto que eu queria cantar ao som dos acordes de uma guitarra, ainda que desafinada ...a todos nós que lutamos pelo mesmo .
A ti Claudia, que voltes depressa, esperamos por ti, já com saudades das tuas palavras.Para a Maria João, a minha amiga, que vai recuperar rapidamente, "tu vais conseguir!" e para a Paula, vemo-nos todos os dias, e todos os dias não sei dizer-te o quanto eu sinto a tua tristeza, a de quem perdeu um filho.E a Anixinha, sempre preocupada com os outros, solidária e lutadora. Um beijinho à Manuela, à Lara, à Alda, a Isa, a Carla, que são umas vencedoras, sem duvida.

5 comentários:

Manuela disse...

Obrigada Isa!

Que tenhamos todos o euromilhões da saúde...

Ana disse...

Obrigada Isa
que vida te sorria sempre como assim o desejares. E que todas as pessoas tenham muita saude, amor e paz tudo o resto vem por acrescimo.
E já agora a ti e as todas as mães do mundo , um dia muito feliz , uma vida muito feliz, porque merecemos ...
Beijinhos e obrigada por tudo aquilo que dizes no teu post, es uma fofa...
*******
Anixinha

Carla disse...

Obrigada, Isa querida. Hoje é um dia triste, a Cláudia partiu, mas fica tudo aquilo de bonito que connosco partilhou. Um beijo muito grande e tudo de bom para ti.

xaluma disse...

Conheço essa foto!!!Foi tirada numa daquelas noites que sem nada para fazer tínhamos de fazer alguma coisa!
ou seja estar contigo nunca é não ter nada para fazer...aparecem as bacuradas e as baboseiras os risos e piadas por coisas que raramente têm graça...essa noite fica nas minhas memórias..a Arrábida,o mar e porque não a cerveja!!!que tenhamos muitas mais...noites dessas!!sempre...eu.

Isa disse...

Esta foto foste tu (xaluma) que me tiraste. Noites na Arrabida, havemos de repetir a dose, com cerveja ou sem, com vestidos de noite ou camisolas de lã.Gostei que tivesses aqui vindo, vem sempre visitar-me...Beijinho.Isa.

Obrigada Manuela és uma mais valia aqui e em todos os blogues, com a tua coragem e boa disposição. A Ana, aguardo noticias da consulta, tudo vai correr bem.E a ti Carla, um grande beijinho. Vamos lá olhar para a frente com muita coragem, desta vez com o apoio de um anjo muito especial para nós. Isa