Iluminar os dias, continuando a sonhar que é possível viver...

Minha foto
Setubal, Portugal
Um abraço, uma palavra, um sorriso... um caminho que poderá ser muito longo. Afinal é possível.

quarta-feira, 27 de junho de 2007

Proteses capilares.

Diário : finais de Julho 2006.



Enquanto decorria o final do mês de Julho e a primeira metade do mês de Agosto, tinha de fazer, algo muito importante para ficar descansada: arranjar uma protese capilar.


Andei pela internet á procura de casas comerciais emLisboa, que se dedicassem ao ramo...e encontrei três...que por acaso coincidiram com os nomes que mais tarde uma enfermeira me indicou, na consulta pré quimioterapia....



O meu cabelo era comprido e com nuances pintadas de tons acastanhados, só em criança é que o tinha tido curto, há muito que só lhe ia cortando as pontinhas, e vá lá vá lá. Ele estava bem comprido. Adoro sentir os cabelos a tocar as costas, tinha algum empenhamento nos penteados despenteados que fazia, e isto desde tenra idade, deixei de fazer ás bonecas, passei a fazê-lo a mim e aos meus sobrinhos. Digamos que sempre foi uma das coisas que eu mais gosto em mim.


A minha amiga Mena chegou um dia à tarde à minha casa e disse-me meio chorosa:"ai Isa com esse cabelo....ainda se fosse assim como o meu. Imagino o que sentes....mas eu tenho rezado muito por ti, para que tudo fique bem...e o cabelo ainda te vai nascer mais bonito"... Tinha desabafos deste tipo de várias pessoas amigas, porque sempre me viram de cabelo comprido, elas pensavam que me estava a ser muito doloroso fazer uma carecada. Mas vou dizer-vos um segredo, na altura sorria-lhes, não respondia, mas eu queria lá saber do cabelo, tinha a consciência que esta podia ser uma doença derradeira, e a importancia do cabelo não era assim tanta...haviam outras prioridades.

Outras pessoas amigas durante esse tempo diziam-me " tens de ir curtando aos poucos, para te habituares"..mas eu sempre firme em deixar até á altura de ele começar a cair. E realmente ainda contactei algumas profissionais para me fazerem a peruca com o meu cabelo. Cada uma indicava uma determinada zona do pais onde achava que o faziam Até que me falaram em Espanha...mas acabei por desistir da ideia. Cortei-o bem direito e todo certinho quase pelos ombros, e pedi a Paula " a minha cabeleireira" que o prendesse com elasticos, porque a ideia da tal peruca nunca foi posta de parte.

Resolvi que a solução seria mesmo comprar uma sintética..boa, mas sintética,porque ter cabelo verdadeiro de outras pessoas, que não conhecia de lado nenhum, não me agradava. Marquei pelo telefone, ida à Casa Princesa em Lisboa e lá fui com a Mirita, fazer a prova às perucas. Na avenida Almirante Reis. A senhora que nos atendeu, era bastante simpatica, levou-nos para uma sala com duas cadeiras, um penteador perto de uma janela por onde entrava bastante claridade... A senhora ia trazendo perucas parecidas com o meu cabelo...mas nenhuma parecia se ajustar . Ainda com o meu, entrançado no alto da cabeça, fazia um alto, e não me favorecia mesmo nada. Eu já ia pondo e tirando, para brincar com a situação, quando olhei para a minha cunhada, sentada numa cadeira encostada á parede, e lavada em lágrimas. Ela dizia, que eu muito branca, com o meu cabelo muito encarniçado, e aquelas cabeleiras todas, começaram-lhe a dar volta ao estomago. Do piorio! já quase desesperada, escolhi uma cabeleira comprida quase como o meu cabelo, com franja. Leveia-a para casa dentro duma caixa em troca de 240 euros.


Os preços variavam entre 50 euros e 600 euros. As mais baratas, tinham uma menos boa qualidade, e não deixava o couro cabeludo respirar normalmente, e as mais caras eram de cabelo verdadeiro...


Voltei lá, já depois de fazer a 1ª quimioterapia, para efectuar a troca por uma cabeleira curta...

Com a Laura, a escolhermos perucas com madeixas e curtas, ora experimentava eu, ora experimentava ela, foi uma pequena diversão. E o preço da peruca manteve-se.

10 comentários:

aida guimarães disse...

Olá Isa

Amiga, tenho andado a seguir o teu diário e tens reacções muito parecidas com as minhas. Em relação ao corte de cabelo também não me fez qualquer confusão, acho que a cabeleireira estava mais preocupada do que eu, até preferiu fazê-lo aqui em casa porque achava que me ía sentir mal com os olhares das outras pessoas que podessem estar no cabeleireiro, mas se tivesse sido lá elas é que íam ficar aflitas por me ver tão bem, íam achar como a cabeleireira achou que eu não sou normal....enfim, só quem passa por estas situações.
Bem amiga, em relação ao messenger hoje não vou aparecer, vou jantar a casa de uns amigos.
Desejo-te um bom fim de semana e aproveita o mais que puderes.

Beijinhos muito grandes para todas

Anônimo disse...

Isa gosto de ler tudo o que escreves, parece que te conheço desde sempre. Os maus momentos unem as pessoas.
Comigo está tudo a andar bem, vamos ver os proximos exames. Muito obrigado pela partilha, não é qualquer pessoa que mostra assim a sua intimidade, fazes-me sentir á vontade para falar sem problemas sobre tudo e mais alguma coisa. Bom fim de semana

Graça

laura disse...

.......
Isa querida!
Cá estou eu, a ler o teu diário que já passou... Foi uma boa ideia ir buscar o passado para agora puderes exorcizar os momentos decerto dolorosos... e com que ligeireza agora passas por eles..... é assim?

Cresceste,agarra a vida...delicia-te com ela. O que passou..esvoaçou!...

Olha vê se passas o fim de semana bem, aproveita para dormir, não há praia para o Miguel.

Muitos beijinhos gostosos. laura

Anixinh@ disse...

Ola Isa, já estou como a Aida , pareces eu , menos numa coisa eu sempre disse que não ia usar peruca , não me sentiria bem com ela , e tava naquela quem quiser olhar que olhe nao estou nem aí. Mas eu tebm tinha o cabelo comprido , dps cortei por cima dos ombros e dps em casa a minha irma cortou me a pente zero. Mas agora da segunda vez que me caiu , pensei em usar peruca porque o meu filho me dizia que perferia que eu usasse , mas ele depois mudou de ideias e acabei por nao comprar nenhuma, os meus filhos e marido e o resto das pessoas ate dizem que me ficam bem os lenços e cabelo curto ,...
Um bom fim semana pra ti e pra tua familia .
Fica bem beijinhos enormes

retratoiluminado disse...

Bem eu sou uma sortuda com amigas dedicadas como vocês... a Aida que já conhecemos a voz uma da outra, e num futuro proximo vamo-nos encontrar ao vivo e a cores...ah pois.
Graça, ainda bem que tudo está a correr bem contigo, obrigada pela empatia e qualquer coisa é só escreveres, ou aqui em que somos todos amigos e solidarios uns com os outros, todos dão o seu parecer, contam a sua experiência, ou se quiseres escreve-me para o meu email.
Laura, tens razão sim. Apesar de ter escrito na altura muitos episodios, hoje quando os vou seleccionar, tambem mudo algumas coisas, conto-as com uma maior ligeireza, como tu dizes. Se bem que o objectivo não é desabafar é registar os piores dias da minha vida, de maneira a que alguem possa aproveitar alguma coisa... e para que o meu filho leia quando for grande.
Anixinha mas tu ficas tão bem de lenço!...é mesmo verdade, tens um rosto que se adapta bem a esses efeitos, eu nem por isso.
Beijinhos a todas.

laura disse...

.......
Minha linda......

hoje é dia de FESTA!!!!!

Para a mamã e menino mais lindos do mundo e.....arredores, muitos xis corações apertadinhos.......laura

Anônimo disse...

olá isa...que lindas fotos...
belos momentos
beijos
isabel guerreiro
isabelguerreiro.blogs.sapo.pt

Platero disse...

Passei só para dar parabéns a uma vencedora, e o modo como encaramos as nossas doenças~fazem a diferença no final

Um abraço

Anixinh@ disse...

Ola Isa , td bem contigo?
Li agora que ontem houve festa , muito bem mãmã muitos parabens a ti e ao teu filhote , que Deus te dê a ti e ao teu filhote muita saude pra vida ,muita força , esperança nesta vida que nos prega partidas , mas que venceremos sempre ,
Um grande tchim tchim pra os papás e pro miguel , muitaaaaassss felicidades votos sinceros desta tua amiga virtual que te tem no coração.
BEIJINHOSSSSSSS
Anixinha

Carla disse...

Olá Isa, encontrei o seu blog quando estava a pesquisar perucas para a minha mãe que tem linfoma.
Desde já quero-lhe desejar as melhoras e força para lutar .
A sua opinião sobre a casa em questão esclareceu-me algumas dúvidas que tinha e penso lá ir com a minha mãe (ela vai fazer a 3ª sessão de quimio).
Tudo de bom!
bj