Iluminar os dias, continuando a sonhar que é possível viver...

Minha foto
Setubal, Portugal
Um abraço, uma palavra, um sorriso... um caminho que poderá ser muito longo. Afinal é possível.

quarta-feira, 25 de julho de 2007

Fui dar um beijo à Maria João.

A prenda que a Maria João me deu à uns tempos atrás... os corações juntinhos simbolizam a nossa amizade...o cheiro do sabonete para perfumar os meus dias...
25 de Julho 2007

Ontem, senti todo o dia, umas dores horriveis na cabeça ( deve ser a força do cabelo a crescer,). Eram umas 20.30 mais ou menos, e telefonei à Maria João, já não falamos à uma semana, ela acabou a radioterapia à cabeça a semana passada, no Hospital do Barreiro. Tenho andado preocupada com ela, mas não estava à espera do que ouvi pela voz de uma amiga, a quem a MJ passou o telemovel, por não conseguir falar.Disse-me: o estado dela é delicado. O prognóstico é o pior. O estado em que está é quase... não ser.


Fui chamar a Ni, minha sobrinha, para que ficasse com o meu filho em casa, e fui com o meu primo Tiago buscar umas lembranças para levar ao menino de sete anos, o André, o filhote dela. E de seguida, precorri uns kms, sem já saber ao certo, onde ficava o prédio, no meio de tantos, numa povoação chamada Amora. Fui quase por intuição encaminhada à rua onde já havera estado à tempos atrás, quando a fui levar a casa, vindas do hospital de Almada. O Tiago ficou no carro, e eu subi ao oitavo piso. Tive a sorte de encontrar à porta do prédio a cunhada da MJ. Que me cumprimentou com um sorriso no meio de uma expressão tristinha. E disse-me " Isa prepara-te para o que vais ver... ". Eu sei que tinha de vir, e virei mais vezes, quer ela me chame ou não. Ela está tão medicada que também já não chama ninguém.
Entrei, ela estava na sala, pronta para comer uma sopa já fria, estendeu-me os braços - " a minha menina"...


O tempo ao pé dela, nunca é perdido, há sempre dialogo, há sempre uma piada que eu digo e ela risse, sempre um abraço, um beijo na testa. Com o olhar perdido numa aresta da casa, disse-me: " é de má qualidade o que tenho, curo de um lado aparece do outro, e agora mantenho-me por uma veia, quando ela dicidir eu vou-me." É assim... " ainda lhe respondi " há algum de boa qualidade?"...


O menino está no Norte, não sei bem onde, na casa dos avós paternos. Ele só tem sete anos...loirinho...o rosto da mãe.


Não sei que transcrever do nosso encontro, ainda não consigo descrever o que vi, o que senti, tenho receio só de pensar... ter um pensamento menos positivo.


Sai porta fora, passado uma hora e meia depois de ter entrado, depois de um beijo à amiga Tânia, ao marido e à mãe. Não consegui dizer muitas palavras, a eles não lhes consegui dar força, não consegui dizer que lamento... que nunca tinha sequer pensado que seria assim... como vai ser. Entrei no elevador sozinha, com pouca luz, não tinha mais que a 1 m2 de area. Depois de ter pressionado o botão do r/c, o elevador parou, onde lhe apeteceu. Nada mais nada menos que entre o terceiro e o quarto andar.Continuei a carregar no botão do r/c e o elevador descia, andar a andar parando sempre entre as duas portas de saida, ou melhor, na parede, sem possibilidade de saida. O botão da emergência, fazia assim uns ruidos que aquela hora da noite não iria acordar ninguem, mal se ouviam...telemovel sem carga, na mão... a luz a apagar...e eu sem conseguir me assustar ao ponto de gritar ou chorar, ou bater com os pés no chão. Fiquei simplesmente à espera de não me assustar e que o ascensor dicidisse levar-me a bom destino. Isto durou uns vinte minutos. Até que o elevador quando lhe apeteceu, levou-me até ao fim do percurso, abri a porta e sai...como quem nasce.


8 comentários:

aida guimarães disse...

Isa,

Lamento muito o que está a acontecer com a tua amiga Maria João.
Mas não percam a esperança.
Então já te esqueces-te da DªOtilia, o que passou e venceu.
Nunca devemos perder a esperança amiga. Não te deixes caír por favor.

Fica bem e muitos beijinhos, também para a Maria João mas muiiiito especial.

retratoiluminado disse...

Bom dia Aida... então e as férias? já tens portátil?...hum... Diverte-te amiga...foste fazer tratamento ontem?

A MJ tem muita força, é uma grande mulher... melhores dias virão...

Beijinhos...e muita energia da boa...um grande abraço ao João.

laura disse...

....
Isa linda!
É assim, histórias bonitas e outras não.....

Ao menos que não sofra, que Deus seja Pai!

Medita, acalma.

estou contigo. muitos miminhos laura

Manuela disse...

Isa,

Lamento muito. Mesmo. O meu amigo Manuel também tinha um bicho manhoso que não dava descanso: tratavam um lado da cabeça e ele nascia do outro... O Manuel é o meu herói! Escrevi um post sobre ele. Leste?

A tua amiga MJ vai conseguir encontrar o seu lugar, o seu caminho, qualquer que seja o desfecho da sua vida. Tenta dar-lhe o melhor de ti quando estiveres com ela, tenta dar-lhe a qualidade do teu tempo e fazes o melhor do mundo por ela.

Não sabemos qual é o caminho dela. Mas se estiveres ao lado dela nesse caminho, ela não está só. Não lhe podes tirar o que ela tem que viver. Ninguém pode.

Só espero que ela possa viver isso com paz no coração.

Um beijinho para ti Isa e outro para a MJ.

isa disse...

Laura, desculpa amiga, ontem sai com o menino à noite e deixei internet ligada e telemovel em casa.Depois já era tarde para o fazer de volta. Não te preocupes comigo, está tudo bem.

Ola Manuela, vi sim o post do Manuel. Uma perda dificil para ti. Doi muito, mas superamos com o amor a quem temos perto.Não há mais nada a fazer.
Continuação de boas férias amiga...

celeste disse...

isa acabei agora de ler a situaçao em k se encontra a tua amiga e tb nao encontro palavras para te consolar só te posso dizer k no domingo vou tb acender uma vela em fatima só para ela e uma oraçao a nossa Senhora para k olhe por ela.beijinho

Isa disse...

Olá Celeste...obrigada, pelo carinho. É muito bom saber, as boas energias ajudam, as orações também...

Diverte-te...muita paz no coração...Beijinhos.

Anônimo disse...

Isa,
Cada caso, é um caso! Não te deixes ir abaixo, não percas a esperança! Dá força à tua amiga.
Um beijinho para as duas.

Alda