Iluminar os dias, continuando a sonhar que é possível viver...

Minha foto
Setubal, Portugal
Um abraço, uma palavra, um sorriso... um caminho que poderá ser muito longo. Afinal é possível.

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Desabafo em forma de batata entalada na garganta duma gaja.


Chamo-me isabel, tenho 42 anos, nasci em Setubal, moro em Azeitão, sou casada e tenho um filho.

Tudo o mais se me apetece e achar conveniente, divulgo. Não sou obrigada a gostar de uma cor, nem tenho que ter um partido politico. Não recebo represalias como amizade, mas até sou do tipo que tolera algumas frases, que até podem magoar e não me custa reconhecer que errei. Dou o que tenho e o que não tenho, se me pedirem e a mais ninguem me obriga, porque da mesma forma não exigo, nem peço o limitado a ninguém...Compreendo as pessoas e as suas redomas. Não faço comentarios depreciativos para alimentar uma conversação, prefiro temas como sapatos e cintos e tendências de verniz e batom para o proximo inverno.

Mas tambem tenho muitos defeitos: Estou gorda que nem um cachalote, quando me irrito sou capaz de partir as unhas dos pés a chutar pedras e devia ter uma daquelas ordens judiciais que me proibíssem de estar a menos de 2 kms de certas pessoas, porque eu temo que às vezes acabe mal.

E dito isto perguntar-se-ão vocês que me estão a ler nesta altura sem culpa nenhuma do meu mau feitio: porque raio está ela com estas lamúrias? será que o marido não lhe liga? os amigos lhe fizeram alguma? algum desconhecido ou ida lhe disse coisas que ela não gostou? ou será outra palhaçada qualquer como o periodo menstrual por exemplo???

Possivelmente uma dessas estará certa...

11 comentários:

Anônimo disse...

Coincidências, coincêndias, minha querida Isa. Quis o destino que eu procurasse no google o movimento viver e vencer, para te encontrar aqui tantos anos depois. Reconheci-te logo pelas fotos e estou desde manhã a ler-te. Actualmente a minha mãe está com a mesma doença que te atingiu.Mas ja li que estás bem, fiquei muito feliz por ti. Vou procurar-te by email.
Continuas com a mesma garra e com esse tamanhão de coração, e um filho tão lindo.
Ai esses calos!!!!que se passa mulher? alguem te magoou? deixa isso, tu lá ligas a essas coisas? a isa de há 15 anos não ligava.V~e lá se sabes quem sou, lembra-te lá, desta vez ja nao me escapas.
Beijinho ao Miguel e outro a ti.

MarianaMiranda disse...

Não percebo nada desta tecnologia, sou eu, a Mariana.

Anônimo disse...

Um beijo amiga.

Graça

Nela disse...

Oh Isa, tu DÁ-LE, CHEGA-LE, DESANCA-SE-O-LO ou la...
Mas que nada te fique entalado na górgia...!

Jinhos

Alda disse...

Oh Isa, desabafa mulher, grita, diz nomes feios, mas não partas as unhas dos pés que isso é muito doloroso...
A nossa paz de espírito vale tudo...
Beijinho grande

Mimas disse...

Lá que é o título de post mais original que já li, lá isso é!

Desentala-a, anda mulher, que isso até faz mal! Há que deitar tudo cá para fora porque o que fica cá dentro corroi-nos a alma.

Bjcs

Cristina J. disse...

Caredo mulher!!!!!!
De sapos entalados e engolidos já houvi falar, agora de batatas na goela...

Oh rapariga, se partires as unhacas, tens a Aldinha que lá no seu SPA 5* te trata da coisa, mas de facto dói um cadito pá!

Olha, em vez da ordem judicial pede antes o cacete ao Sr. Polocia da autoridade e desanca onde deves (menos em mim, que não tou pra isso). Depois devolves o cacete, agradeces e lá vais tu aos vernizes, cintos e demais adornos...

Prontos,entretanto passaram-te os maus fígados.

Jinhos e olha, atira para longe

Isa disse...

Fiquei tao contente Mariana! o mundo é pequenino sem duvida. La me vens tu descobrir aqui numa pagina electronica 15 anos depois, 17 melhor dizendo.

Um beijinho a voces todas que aqui me visitam: Graça, Nela, alda, Mimas; Cristina. Pensavam que era desta que me viam pelas costas? olha que os vossos conselhos tambem nao ajudam ningueem!!!ira são piores que eu... cambada!

Lia disse...

Olha amiga...QUEM FALA ASSIM, NÃO É GAGA!Hehehehe...tou farta de me rir com o teu post;0)Por vezes temos de manifestar e tentar deitar cá para fora"a batata entalada na garganta"eu bem digo amiga...porque não escreves um livro?!Tens o dom da escrita;0)Gosto de te ler...Ainda me estou a rir Sorrisos:0))))Deixas-me bem disposta!;0)Beijinho cheio de luz.

Querubim disse...

Boa noite, pois...quem fala assim não é gago como diz a Lia e tem dias que apetece mandar tudo pró alto se foi o teu dia fizes-te muitoooo bem!
Beijinhos e dias melhores virão! ;)

Carla disse...

Seja o que for, espero que estejas melhor, amiga. Um beijo muito grande e continua como és*